Mais espaço, novas demandas de lazer, convivência e serviços. Localização, acessos, escolas, cursos. Veja pontos e soluções a considerar antes de escolher seu novo lar

 

Fazer o upgrade para um imóvel maior é um desejo de famílias que estão nascendo ou se expandindo. A motivação pode ser um casamento, a chegada do primeiro filho (ou do segundo, terceiro…), a necessidade de acolher um parente ou o crescimento das crianças.

A resignificação da casa aumentou ainda mais a importância de ter espaços funcionais e confortáveis para viver em família se tornou ainda mais essencial. Ora, é preciso acomodar na casa espaço para mais de uma pessoa trabalhar, para as crianças estudarem, ter momentos de lazer, para relaxar, cozinhar.

A mudança se torna, então, não só a busca por mais lazer e segurança, mas um projeto de vida. Nesse sentido, encontrar o imóvel ideal para a família é tão desafiador quanto empolgante. E o momento para investir é propício!

A taxa Selic de juros chegou, em 2020, ao seu menor índice da história, 2%,  gerando uma queda de 35% no valor da parcela em 20 anos, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança. Embora a mesma Selic este ano esteja em tendência de aumento e hoje seja de 4,25%, o índice ainda é atraente para os contratos de financiamento imobiliário, que continuam com grande liquidez graças aos recordes constantes da poupança e assim se beneficiam da disputa de taxas praticadas no mercado. 

 

Atributos de uma casa para a família

A demanda por espaço, quartos extras e banheiros, é o mais óbvio, mas não só. A necessidade de cômodos que comportam atividades distintas, como o home office, as aulas online, atividade física, mais refeições feitas em casa, se tornou realidade para muitas famílias.

A falta de luz solar, outra queixa frequente, ainda motiva os compradores a buscarem apartamentos com varandas e áreas externas, ou ainda condomínios que ofereçam áreas verdes e ambientes de lazer ao ar livre. 

Outro ponto fundamental é pensar nos arredores do imóvel. A localização estratégica deve envolver não só a proximidade do trabalho, mas de escolas, opções de lazer e serviços, locais onde o filho poderá ir conforme cresce, farmácias e hospitais por perto.

 

Casa moderna com academia e próxima ao Parque Ibirapuera

Casa | São Paulo | Jardim Paulista

 

Primeiros passos: onde, quando e quanto

O upgrade é um projeto que envolve investimento, afinal, a ideia é ir para um espaço maior, que dificilmente será mais barato do que o imóvel atual — com exceção de quem muda de cidade ou para bairros mais afastados das regiões centrais. De todo modo, um bom planejamento é necessário para atravessar com tranquilidade o período.

Definir que tipo de imóvel, onde, os gastos adicionais e tributários, bem como o impacto financeiro das mudanças na rotina, faz parte dessa etapa. Tendo isso em mente, é hora de pensar nas formas de aquisição, pensando nas vantagens e desvantagens de comprar à vista ou financiar.

“Com tantos pontos para equilibrar e considerar, o comum é recebermos clientes aflitos com este momento”, revela Marcello Romero, CEO da Bossa Nova Sotheby’s. “E é justamente isso que nós fazemos de melhor. Prestar um atendimento de excelência para tornar este processo natural, fluído, que a família consiga desfrutar deste momento e guardar boas memórias. Então, ao invés de deixar nosso cliente completamente em dúvidas sobre o que ele prioriza e precisa neste novo imóvel, a gente faz um trabalho técnico e profissional chamado curva de valor, que nos dá essa resposta de forma assertiva”, explica.

 

Apartamentos um pouco maiores

Hoje se aposta em apartamentos com maior metragem, com áreas úteis a partir de 150m², 3 e 4 dormitórios, como o próximo passo para quem morava sozinho em um apartamento menor, e que não quer sair do ambiente urbano para viver sua próxima etapa de vida.

Como vantagem, um custo-benefício mais atraente, já que a família ganha cômodos extras sem ter que fazer grandes investimentos, e muitas vezes pode permanecer na região em que vive.

 

Hóriz Ibirapuera

Apartamento | São Paulo | Ibirapuera

 

Espaços que complementam a área interna

Se antes havia a ideia de que o desejo maior de quem está formando ou expandindo uma família era ir para um lugar mais tranquilo, esse conceito caiu por terra. Embora exista a demanda por mais espaço e comodidades, o que as pesquisas mostram é que o interesse por áreas centrais permanece alto. 

E é possível conciliar as duas coisas. Para quem tem rotinas urbanas e não abre mão de estar conectado com a cidade, novos empreendimentos têm oferecido um conjunto de serviços já adequados ao maior tempo que as pessoas passam em casa e plantas que atendem melhor às necessidades de todos os membros da família.

Um levantamento feito pela RB Capital com 37 incorporadoras, divulgado pelo Estadão, mostra que os novos lançamentos estão atentos a essas mudanças. As respondentes, que juntas respondem por praticamente metade do mercado imobiliário da capital paulista, afirmaram que 48% de seus projetos passaram a contemplar espaço para home office em apartamentos e 27% adequaram áreas comuns para comportar o coworking, inclusive com sala de reuniões e internet de alta velocidade.

Áreas de lazer maiores e bem estruturadas, que oferecem espaços versáteis para prática de esportes, ginástica, video games, espaços verdes para passeio que lembram parques estão entre os itens oferecidos por novos empreendimentos.

 

“A curva de valor nos permite realizar outro serviço que é marca registrada da Bossa Nova, a curadoria. Ou seja, nossos experientes consultores selecionam poucos imóveis com o perfil exato do que o cliente busca e alinhados ao seu estilo. A curadoria tem uma grande importância nesta jornada de compra. Se ela é bem feita, o cliente tem a sensação de que foi um processo tranquilo e prazeroso. O contrário, por sua vez, dá a impressão de um túnel sem luz no final. Ninguém gosta de ficar vendo dezenas de imóveis”, pontua Marcello Romero.

 

 

Casa moderna com projeto diferenciado

Casa | São Paulo | Alto da Boa Vista

 

 

Campos urbanos

Para quem quer ficar perto da cidade, mas deseja um estilo de vida mais saudável e tranquilo, os condomínios horizontais em regiões metropolitanas são uma opção clássica e atraente. Viver em uma casa do tipo tem diversas vantagens: da sonhada área externa na própria casa à maior segurança e opções de lazer, com mais oportunidades dos filhos brincarem com outras crianças.

Entre as desvantagens, os custos extras ligados à manutenção das áreas comuns e da força de trabalho e o deslocamento — para quem precisa ir longe para trabalhar, a mudança pode acabar tirando o tempo de convivência em família. 

 

Casa com vista para o Campo de Golfe do Condomínio Fazenda da Grama

Casa | São Paulo | Itupeva | Fazenda da Grama

 

 

Segunda residência

Uma casa em outra cidade, seja ela no interior ou no litoral, é não só uma oportunidade de desfrutar mais momentos preciosos, como um investimento no patrimônio familiar. Afinal, ela pode sempre ser uma fonte de renda e segurança, principalmente para os casais que terão filhos e se preocupam em garantir um bom futuro à prole.

Trata-se de um tópico que rende muita discussão, pois o valor de manutenção de uma segunda residência pode pesar no orçamento. Mas, em tempos de pandemia (e é certo que novas virão no futuro), ter uma segunda residência é uma garantia de que será possível escapar da rotina sempre que desejar.

Assim, o desejo por uma segunda residência está de volta. Tanto que uma pesquisa da Secretaria de Turismo de São Paulo afirma que, enquanto o movimento de turistas caiu pela metade no estado, chegando a zerar em alguns lugares, aumentou em cerca de 40% o número de viajantes na categoria segunda residência.

 

Casa na praia moderna com piscina

Casa | São Paulo | Guarujá | Tijucopava

 

 

Dicas para comprar tranquilo

“Também faz parte do atendimento completo que trabalhamos todos os dias para aprimorar cada vez mais dar uma consultoria completa aos nossos clientes quando eles decidem o imóvel que querem comprar. Isso significa orientar sobre a melhor forma de pagamento, financiamento imobiliário, formas de permuta, assessoria jurídica, tributária, tudo até a entrega de chaves”, finaliza Romero.

 

A seguir algumas dicas pontuais:

Isenção de impostos: Aproveitar a isenção de imposto de ganho é uma maneira de potencializar os recursos disponíveis para a troca. Essa possibilidade existe se o vendedor comprar outro imóvel depois de vender o seu original. Para isso, é preciso que não tenha vendido um imóvel nos últimos cinco anos.

Seu imóvel atual: Chame um consultor especializado para avaliar seu imóvel atual e verificar se é mais vantajoso alugá-lo, vendê-lo ou fazer uma permuta. A troca pode ser uma alternativa para quem quer fugir de financiamentos de longo prazo, mas exige cuidados. Por isso, conte sempre com um agente imobiliário.

Financiamento: Além da queda na taxa Selic, os bancos privados acompanham a tendência lançada pela Caixa, com taxas de financiamento flutuando na casa dos 6%. E há novas modalidades de crédito disponíveis, como a possibilidade de corrigir o financiamento pela poupança ou pela Taxa Referencial do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e usar a Taxa Fixa. 

Home equity: o financiamento com Crédito com Garantia Imobiliária é uma modalidade que utiliza um imóvel como garantia para o banco liberar crédito. Nesse tipo de empréstimo, as taxas são menores e prazos maiores, principalmente quando comparado às outras opções disponíveis no mercado. O proprietário continuará tendo a posse do imóvel, podendo alugar, trabalhar ou morar nele. 

 

A Bossa Nova atua em parceria com a Credihome, uma fintech especializada em financiamentos e home equity, respeitada no mercado por oferecer de forma profissional, rápida e prática a busca por melhores taxas e condições entre os diversos bancos e instituições financeiras.

 

Quer saber mais sobre upgrade de imóveis de alto padrão? Entre em contato com a Bossa Nova Sotheby’s e fale com um de nossos consultores.

 

 
Leia também
Ambientes de lazer privativos estão em alta
Demanda por imóveis com mais espaço segue em alta
Coberturas que são verdadeiros refúgios no coração de centros urbanos
10 imóveis para comprar que apresentam tendências do mercado imobiliário
De espaço Youtuber a “aeroporto” de drone: bem-vindo aos condomínios do futuro