Minimizar as possibilidades de uma perda financeira é algo essencial na vida de qualquer pessoa prudente, especialmente em um país como o Brasil, cuja natureza econômica envolve, esporadicamente, crises e períodos de crescimento. Diante dessa realidade, é imprescindível entender como realizar a proteção do patrimônio familiar.

Isso é ainda mais importante se você tiver casas, apartamentos ou outras unidades de alto padrão, uma vez que essas propriedades são mais valorizadas e podem representar uma maior segurança e mais tranquilidade para o passar dos anos. Continue lendo esse conteúdo e descubra como fazer isso!  

Afinal, o que é a proteção do patrimônio familiar?

É bastante provável que você já tenha ouvido falar ou até mesmo tenha vivenciado alguma situação na sua própria família, na qual alguém criou um grande alicerce financeiro e, depois de algum problema ou conjuntura menos favorável, tenha acabado perdendo boa parte desse valor ou tido dificuldades em usufruir de seus bens.

Existem casos, por exemplo, onde decisões pouco inteligentes ou ações impensadas podem causar prejuízos inesperados, como investimentos sem planejamento, contratos mal elaborados, desacordos em estruturas societárias e assim por diante. É imprescindível, portanto, atuar de maneira prudente e preventiva.

A nossa legislação prevê a existência de uma série de mecanismos jurídicos e administrativos interessantes, que podem (e devem) ser adotados para dar guarida e proteção ao patrimônio familiar. Isso deve ser feito antes mesmo que surja algum contratempo, de maneira preventiva, com o máximo de planejamento e segurança.

Como é feita a proteção do seu patrimônio familiar?

Agora que você já entendeu um pouco melhor o que é a proteção do patrimônio familiar e aprendeu um pouco mais sobre esse importante conceito, chegou a hora de ver, de uma maneira prática, como isso é feito no mercado propriamente dito. Confira abaixo uma espécie de passo a passo para ter mais segurança!

Avaliação detalhada do bem

O primeiro passo para a proteção do seu patrimônio familiar consiste em fazer uma avaliação detalhada do bem a ser adquirido. No momento da compra, é altamente recomendável fazer uma análise, por exemplo, do imóvel que está em negociação, verificando a existência de problemas documentais ou vícios ocultos na casa, apartamento ou terreno.

Também é preciso checar a situação das empresas dos proprietários, do ponto de vista da questão fiscal e tributária. O motivo para isso é bastante óbvio, mas acaba sendo ignorado por pessoas menos experientes no segmento: as eventuais dívidas trabalhistas e previdenciárias recaem, quando ultrapassam o limite da empresa, sobre o patrimônio pessoal.

É altamente relevante fazer o mesmo com o próprio empreendimento. Imagine comprar um apartamento onde o síndico moveu uma ação de milhares de Reais e que você, depois, precise pagar uma fração disso. Dessa forma, uma transação que se mostrava vantajosa pode acabar sendo bem pouco interessante para você e o seu bolso.

Escolha do veículo para aquisição

Após essa avaliação de risco, você tem as questões de estrutura de veículos para trabalhar a sua aquisição. Para imóveis, é recomendável ter uma estrutura patrimonial (uma empresa) específica para fazer as aquisições ou locações, pois a carga tributária é menor e, desse modo, a pessoa jurídica resguarda a pessoa física.

Para quem vai fazer disso um estilo de vida e apostar nas aquisições de forma recorrente, essa tática é ainda mais eficiente no ponto de vista fiscal e tributário. Vale lembrar que sempre que você for comprar uma unidade diretamente de uma construtora, é importante considerar a saúde financeira da organização.

Realização de auditorias frequentes

Além da avaliação do bem em questão, também é muito importante analisar o mercado, o cenário econômico e fazer auditorias frequentes para identificar os principais riscos. Caso você deseje aplicar seu dinheiro em uma empresa, ou mesmo em imóveis de uma determinada construtora, saber o real estado financeiro da organização é essencial.

Com mais conhecimento de causa, você terá as condições necessárias para traçar um panorama mais inteligente para o futuro, adotando ações e estratégias eficazes para contornar eventuais problemas. O domínio dos fatos favorece a adoção até mesmo de medidas jurídicas, se for o caso, que protegerão suas riquezas.

Montagem do planejamento sucessório

Não dá para falar de proteção do seu patrimônio familiar sem falar do planejamento sucessório. A vida é finita e, por mais que algumas pessoas não gostem sequer de pensar sobre o tema, antever fatalidades e deixar tudo pronto para qualquer situação ajuda a evitar problema e a garantir o usufruto dos bens por quem você ama.

Esse tipo de estratégia é mais empregado para empresas e sua administração, mas pode ser extrapolada para as propriedades. Trata-se de uma opção jurídica que permite a organização do patrimônio e de sua gestão para os possíveis herdeiros, determinando novos usos, divisões e utilizações dos imóveis propriamente ditos.

Por que proteger o patrimônio com uma imobiliária internacional?

Existem diversos motivos para que você proteja o seu patrimônio com uma imobiliária internacional. Antes de mais nada, quando uma empresa do ramo de imóveis atua com sucesso e expertise em outros países além do Brasil, é natural que ela tenha uma boa estrutura e expertise em tudo o que realmente importa nesse setor.

Outro ponto relevante para os seus investimentos é que você poderá comprar o seu imóvel no exterior daqui mesmo, sem ter que viajar para isso. A nossa empresa, por exemplo, conta com uma plataforma mundial de intermediação de propriedades, com acesso a todos os mercados e a melhor estrutura do país de aquisição de uma unidade.

Isso inclui também o uso de ações e estratégias inteligentes. Para comprar imóveis em Miami, por exemplo, sejam eles novos ou usados, recomendamos abrir uma LLC nos Estados Unidos, na qual o sócio pode ser você ou sua empresa, pois isso trará benefícios fiscais. Esse conhecimento faz toda a diferença e proporciona muito mais segurança.

Como você pôde ver, a proteção do patrimônio familiar depende de uma série de ações pontuais e, principalmente, de contar com profissionais especializados e que realmente entendem desse assunto!

Gostou de aprender como fazer a proteção do patrimônio familiar? Então confira também nosso outro post aqui no blog sobre a valorização de imóveis!