Escolher o lar ideal para a família pode ser um desafio e tanto, concorda? Afinal, diversos fatores devem ser analisados, como a possibilidade de revender ou alugar, eventuais valorizações ou desvalorizações e assim por diante. Pensando nesse contexto, será que vale a pena investir em imóvel usado?

Como essa é a dúvida de muitas pessoas, entrevistamos Marcello Romero, gestor da Bossa Nova Sotheby´s, e preparamos este artigo. Ao longo do texto, você entenderá como está esse mercado e quais são os prós e contras envolvidos nesse tipo de transação. Leia o conteúdo até o fim para saber quais fatores precisam ser levados em conta antes de fazer a sua escolha.

Como está o mercado de usados?

Como era de se esperar, a grande recessão econômica pela qual o Brasil passou nos últimos anos afetou o mercado imobiliário. Com isso, a atividade das incorporadoras também foi desestimulada. Conforme a economia retoma a sua estabilidade, essas empresas voltam a lançar imóveis, pois os preços que as construtoras cobrarão serão mais altos que os das propriedades usadas.

Nas últimas décadas, as pessoas tinham preferência por comprar imóveis na planta, porque eles eram, via de regra, mais baratos. Atualmente, acontece um movimento contrário: por conta dos valores do terreno, da construção e da estrutura para se construir o empreendimento, esses bens estão chegando ao mercado mais caros do que os usados.

Devido ao tempo de recessão, é provável que aconteça um descompasso na relação entre oferta e demanda, o que tende a elevar os preços de imóveis usados de alto padrão. Soma-se a isso a motivação gerada pelos juros. A SELIC, que é a taxa básica de nossa economia, estava até há pouco tempo em 14% ao ano. Tendo em vista a recente redução desse índice, muitos investidores estão procurando diversificar seus portfólios de ativos.

Sendo assim, deixar todo o capital aplicado no banco deixou de ser uma alternativa viável. Em pouco tempo, investidores perceberão que imóveis usados estão cerca de 15% mais baratos que os novos e optarão por investir nisso.

Além disso, a “onda” de alugar a fim de obter uma boa rentabilidade voltou a ganhar força. Hoje em dia, o rendimento de um imóvel alugado é similar ao de uma aplicação que tem a SELIC como base, isto é, o investimento em imóvel usado também chama atenção pela versatilidade.

Quais são as maiores vantagens de investir em um imóvel usado?

Veja, a seguir, algumas das principais vantagens ao escolher investir em imóveis usados.

Preço

Como mencionado no tópico anterior, o preço mais baixo dos usados é a grande vantagem que deve ser analisada antes de tomar essa decisão. Em um mesmo bairro, o valor do metro quadrado de um imóvel mais antigo pode ser até 30% menor que o de um usado em padrões similares. Vale lembrar que a margem de negociação também é maior em boa parte dos casos.

Dimensões

É comum que, em projetos mais antigos, as plantas tenham sido concebidas com ambientes maiores e mais espaçosos. Portanto, para quem tem filhos e/ou animais de estimação, eles despontam como opções mais atrativas.

Qual é a desvantagem de investir em um imóvel usado?

Embora isso seja mais uma característica do que uma desvantagem propriamente dita, se desconsiderarmos as construções dos últimos dois ou três anos, é provável que haja uma estrutura de lazer menor em imóveis usados, principalmente quando se fala em apartamentos.

Outro fator é que, nos prédios com mais de dez anos, o número de vagas pode ser limitado, o que se torna impraticável para famílias que têm mais de um veículo. Como há, às vezes, uma quantidade menor de apartamentos em edificações antigas, o valor do condomínio também costuma a ser grande, mesmo sem os itens de lazer tradicionais, como piscina, playground e churrasqueira.

Quais fatores devem ser considerados na escolha?

Seja para morar, seja para investir pensando no futuro, é fundamental ter atenção a alguns pontos críticos antes de adquirir um imóvel desse tipo. Entenda, a seguir, quais são eles e por que eles são importantes.

Integridade física

É indispensável ter cuidado com a integridade física de um imóvel usado. Portanto, antes de considerar a efetivação desse investimento, não deixe verificar a parte hidráulica e elétrica. Isso vale, principalmente, para as propriedades mais antigas, que podem ter problemas não aparentes. Conte com o auxílio de um profissional para olhar as paredes, ver se não há rachaduras e avaliar a estrutura por completo, a fim de não ter nenhuma surpresa desagradável depois.

É possível que haja a necessidade de fazer alguns reparos. O ideal é fazer um orçamento dos consertos para saber se valeriam em relação à proporção ou ao preço da compra. Às vezes, reparar certos detalhes pode contribuir para uma valorização do imóvel, o que justificaria o investimento em algo que carece de melhorias.

Questões jurídicas

As condições jurídicas do imóvel também demandam análises que devem ser feitas, preferencialmente, por alguém que atua na área e está habituado aos trâmites relativos ao Direito Imobiliário. Afinal, é necessário saber se não há nenhum impedimento legal em torno da propriedade.

Não se esqueça de olhar as condições legais do proprietário atual para saber se não há risco de problemas posteriores com a Receita Federal ou com outros órgãos.

Como investir em imóveis usados de alto padrão?

A Bossa Nova Sotheby’s International Realty (BNSIR) é a melhor opção para quem deseja investir em imóveis usados de alto padrão, para morar, vender ou alugar. Graças à curadoria altamente especializada, conseguimos apresentar os produtos mais adequados para diferentes perfis. Nossos profissionais conhecem a fundo os bairros e regiões, podendo oferecer uma consultoria completa.

Também contamos com os mais avançados recursos de inteligência imobiliária para oferecer um atendimento bastante ágil e personalizado. Além disso, oferecemos assessoria jurídica e financeira para que você tome suas decisões de maneira embasada.

Enfim, investir em imóvel usado é, sem dúvidas, uma excelente alternativa — seja pelos preços, que aumentarão nos próximos anos e têm boa perspectiva de valorização, seja para diversificar o seu portfólio de investimentos.

Se você gostou do conteúdo e quer saber mais a respeito dessa interessante possibilidade, não deixe de entrar em contato conosco.