O silêncio vale ouro e é sutil. Há um mistério fantástico ligado ao minimalismo. No setor imobiliário isso se aplica não só à propriedade, mas também ao proprietário. Esses projetos de casas contemporâneas podem parecer desprovidos de componentes. Talvez haja menos obras de arte que definam gostos, ou os tesouros sentimentais que guardamos ao longo dos anos estejam escondidos em prateleiras que exigem um impulso consciente para expor memórias.

O minimalismo incentiva a reflexão, o pensamento, controle e uma conversa inteligente. Isto é extremamente importante na hora de projetar uma casa minimalista. Geralmente há uma tendência em preencher espaços, mas as residências cleans e contemporâneas acabam dependendo de outros fatores como padrões de luz, conservação e intuição, entre outros detalhes.

R$ 19.000.000 | Jardim Europa, São Paulo | Bossa Nova Sotheby’s International Realty

Filosofia espacial

Há algumas formas de encontrar identidade para um espaço. Inserindo-o em um contexto histórico ou local, o baseando uma cultura inteira, como o Elysium, um “lugar de felicidade” — ou talvez usando um princípio de design como o wabi-sabi, que encoraja as pessoas a abraçar a beleza na imperfeição (rachaduras, arranhões e um processo de desgaste real e visível são enaltecidos em vez de escondidos).

€$ 8.800.000  | Costa Den Blanes, Mallorca | Mallorca Sotheby’s International Realty

Materiais Deliberados

Frequentemente ouvimos falar de materiais finos vindos de diversos lugares do mundo. Infelizmente, os artesãos não se concentram todos em um mesmo lugar, para nossa conveniência, e existe algo de especial na busca por matérias-primas locais. É preciso de tempo, e o resultado pode ser ainda melhor do que o pensado originalmente. Se você terceirizar, faça a lição de casa e procure texturas – elas dão mais riqueza ao seu espaço.

R$ 18.000.000 | Jardim Paulistano, São Paulo | Bossa Nova Sotheby’s International Realty

Elementos naturais

Preste atenção no caimento da luz nos espaços. Tenha cuidado para não tirar algo crucial, a menos que seja absolutamente necessário. O minimalismo não é algo rígido, mas sim uma vontade de trabalhar com o que é mais simples. Quando se trata de arquitetura, ou mesmo de tratamentos de janelas, isso pode significar deixar um carvalho alto exatamente onde está. Usar a vegetação em uma fachada, parede embutida ou no quintal também é uma ótima ideia.

U$4.650.000 USD | Amagansett, Nova York | Sotheby’s International Realty – Bridgehampton Brokerage

Foco espacial

Eliminar distrações é primordial para limpar espaços, e desfazer-se de coisas expostas dá descanso para os olhos, para os ombros e os convida a aceitar o que está lá. Não é que uma peça característica não possa atrair a atenção, mas sim que esses objetos permitam uma calmaria visual.

Preço Sob Consulta | Mykonos, Grécia | Greece Sotheby’s International Realty

Escala e forma

O layout é um elemento principal em casas minimalistas, mesmo em espaços pequenos (um apartamento pode ser alto em vez de largo ou possuir um quarto loft). Em espaços maiores, a fluidez é algo de segunda importância nos espaços de convivência e fica a critério da filosofia. Como é a vivência nos espaços? Quanto tempo passamos lá? O que esses ambientes, corredores ou quintais têm de espacial? Luz, som, abertura? Corredores longos permitem mais movimento; a curva suave de uma escada remete a formas orgânicas; as prateleiras flutuantes dispersas mostram apreço pela arte linear.

O resto das diretrizes podem parecer óbvias: com cores frescas e tons neutros, os materiais naturais irão brilhar. Siga esse estilo em todo o seu espaço (detalhes em metal, design de iluminação, escolhas de tecido e etc). Nesses espaços simples, a distração desaparece e podemos focar em nós mesmos.

Artigo original do Blog sothebysrealty.com