Dudu nasceu no Rio de Janeiro, estudou Desenho Industrial e hoje tem um ateliê no centro da cidade. É lá, naquele ambiente urbano, que exercita o “experimentalismo”, pois utiliza diversos tipos de materiais orgânicos em seus trabalhos como pó de pedra, poeira, petróleo, borracha, carvão e limo sobre telas de linho, cânhamo e algodão.

Coerente com sua geração contemporânea, ele faz uma intensa revisão nos formatos tradicionais do objeto artístico e, no seu caso, explora a matéria e suas infinitas possibilidades estéticas. Já participou de exposições em museus e galerias por todo Brasil e no Rio foi convidado do Museu de Arte Moderna e do Paço Imperial. No exterior expôs na França, na Inglaterra, na Bélgica, nos EUA e no Japão.

Atualmente, expõe no Rio de Janeiro e em São Paulo. Para o Centro Cultural dos Correios do Rio de Janeiro preparou uma instalação site specific impactante: Carvão. Ele utiliza esta matéria-prima como elemento pictórico em duas salas expositivas no terceiro andar: de um lado, quadros em trípticos e dípticos de grandes dimensões nas quais o carvão e a iluminação especial criam relevos e superfícies; de outro, uma instalação de grande magnitude, na qual todo o piso é recoberto de carvão, com iluminação especial pontual, paredes pintadas de preto e sound design.

                                                                                                                                                  Crédito da foto: Bruno Cardoso dos Santos

Ele estende os limites de sua pesquisa e afirma: “Apresento uma versão bidimensional que evidencia meu interesse pelo Momentum, o estancamento da matéria em transformação e a necessidade de organizar o caos. Já na versão tridimensional, a instalação sugere o infinito, o carvão deixou de ser e retorna em nova forma, como a força motriz de todo desenvolvimento da humanidade”.

Em São Paulo, expõe doze pinturas em técnica mista, realizadas entre 2002 e 2018: Inventário, na Verve Galeria.  E, ainda em São Paulo, na sede da Bossa Nova Sotheby’s International Realty, projeto Viva Arte, participa da coletiva de artistas com a obra da Série Neconcreto, 2014.

Artista de seu tempo, Dudu registra algumas despedidas dos formatos tradicionais e propõe novos encontros com a história da arte. Mas estes novos encontros não impedem que ainda preserve, em sua “caverna urbana”, o gesto de desenhar a carvão, sua maior paixão!

 

                                                                                                                     Crédito da foto: Bruno Cardoso dos Santos

Exposição: “CARVÃO”, Dudu Garcia  

Abertura: 04 de abril, às 19h até  27 de maio de 2018

De terça-feira a domingo, das 12h às 19h – GRÁTIS

Centro Cultural Correios – Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro – Rio de Janeiro.

Telefone: (21) 2253-1580 (Recepção) centroculturalrj@correios.com.br

Verve Galeria, “Inventário”, DUDU GARCIA

Até 26/05/2018

Bossa Nova SIR – Visitas agendadas

Viva Arte, Coletiva, Acervo Verve Galeria

Até 26/05/2018

Elisabeth Leone – Prof. Dra Comunicação e Semiótica
@elisabethleone