Mercado

Saiba quais bairros de alto padrão em São Paulo estão com demandas em alta para se morar

A segunda edição do Snapshots, relatório da Bossa Nova Sotheby’s, mostra Alto de Pinheiros, Jardins, Itaim, Moema e Vila Nova Conceição como os pontos mais cobiçados 

Os imóveis de alto padrão possuem características específicas que atraem olhares de investidores pelo conforto, segurança, design, além da localização que proporciona mais comodidade ao morador. 

De olho nessas importantes movimentações, a Bossa Nova Sotheby’s destaca os principais bairros de São Paulo que fecharam o 2º trimestre com tendências em alta. O estudo foi divulgado por meio do Snapshots, relatório periódico da imobiliária. 


Os bairros nobres paulistanos seguem em alta, considerando os negócios concretizados, locações e lançamentos, apresentando possíveis frentes importantes de negócios, segundo as análises do documento, mantendo boa tendência, seja para as expectativas dos compradores, investidores e incorporadores deste setor. 

“Ao fim do segundo trimestre, a expectativa é que a revisão para baixo dos juros tenha um reflexo positivo no próximo período. Não apenas na melhora do ambiente de confiança empresarial e do consumidor, mas também com o aquecimento dos mercados que estavam preteridos desde 2022”, comenta Denise de Camargo Ghiu, CDO na Bossa Nova Sotheby’s e idealizadora do Snapshots. 

Famoso pelas construções dos sonhos, o bairro Alto de Pinheiros apresentou elevação dos preços para os valores das medianas dos negócios fechados para apartamentos, com variação positiva de 16,5% (de R$15.150/m² para R$17.649/m²). 

Já na Vila Nova Conceição, foi observada alta no mediano móvel para os valores dos lançamentos de 34,9%, considerando os últimos seis meses. No Itaim, o destaque foi na mediana dos valores anunciados, que registrou uma variação positiva de 13,1%, passando de R$19.545/m² para R$22.115/m². A diferença da mediana dos valores entre os negócios fechados para apartamentos e os valores anunciados no bairro refletiram o descolamento entre oferta e demanda no período.

“O segmento exibiu boa liquidez para o mercado de usados e as novas unidades lançadas podem ter, ainda, um ritmo melhor com as novas perspectivas do cenário econômico”, analisa Denise Ghiu.

Confira a edição do SNAPSHOTS 2º Trim/23 para acompanhar nossa análise em outros bairros no mercado de alto padrão.

Posts relacionados
Mercado

Jardim América: uma das opções mais atraentes de São Paulo para quem busca luxo e investimento

Com localização estratégica e imóveis de alto padrão, o bairro se destaca por seu mercado…
Ler mais
Mercado

O que torna o Jardim Paulistano a região mais valorizada de São Paulo?

Em entrevista, Renata Paternó, consultora da região, avalia o que sustenta o sucesso do Jardim…
Ler mais
Mercado

Investir na Vila Nova Conceição é sempre um bom negócio

Iara Carvalho, consultora da Bossa Nova Sotheby’s, revela porque o bairro é um ponto de…
Ler mais