Mercado

Revolução residencial: o impacto das casas de condomínio na nova realidade urbana

Descubra como a busca por espaços amplos e aconchegantes transformou o mercado imobiliário, em entrevista com Rafaela Souza, Gerente da Bossa Nova Sotheby’s, que revela a ascensão das casas de condomínio e seu papel na redefinição das preferências residenciais

No atual cenário imobiliário, as casas de condomínio ganharam uma relevância extraordinária, especialmente nas regiões em que a Bossa Nova Sotheby’s atua. Durante a pandemia, a vivência no campo e na praia proporcionou às pessoas uma apreciação por espaços mais abertos, áreas de convívio generosas e a privacidade necessária para o trabalho remoto. 

Ao retornarem a São Paulo pós-isolamento, muitos experimentaram a vontade de incorporar a serenidade vivida em suas casas de campo ao ritmo acelerado da metrópole. A demanda por casas aumentou significativamente, transformando o mercado antes considerado trabalhoso e de alto custo, principalmente para o público de padrão elevado, como o atendido pela Bossa Nova Sotheby’s.

Confira a entrevista completa da Gerente Rafaela Souza, especialista em casas de condomínio.

Qual é a sua visão de mercado sobre as casas de condomínio nas regiões em que você atua?

Em 2020 as pessoas tiveram a oportunidade de viver ou em casa de campo ou em casa de praia e de conviver com as pessoas dentro do mesmo espaço. Com isso, surgiu a necessidade de ter mais espaço aberto, mais espaço de convivência, mais espaço para trabalhar com privacidade. Então, com tudo isso, as pessoas voltam para São Paulo depois do isolamento com essa sensação: por que não trazer um pouco daquilo que tive quando estava na casa de campo?

Por isso, a procura por casas aumentou bruscamente. Antes, eu já atuava com casa de condomínio e já existia um grupo muito adepto a esse mercado. Porém, isso cresceu após 2021 devido a essa necessidade de espaço. Eu sinto que o mercado passou a ter um outro olhar quando o assunto é casa. 

Antes, algumas pessoas pensavam que esse tipo de propriedade era trabalhosa e tinha um custo muito alto. Essa visão mudou obviamente para um público com esse padrão, que é o público com que a Bossa Nova atua. Ao se deparar com o dilema: “eu tenho uma casa de campo ou eu consigo ter tudo isso em São Paulo?”, eles passaram a querer justamente isso. Com a escassez de terrenos do Jardim Paulistano, começamos a expandir, atravessamos a ponte e passamos a atuar na Cidade Jardim, que está ali do lado, e você consegue chegar em 10 minutos na Faria Lima; ou seja, você tem o trabalho, shoppings, serviços e colégios próximos. Antes de 2022, atravessar a ponte não era algo que as pessoas pensavam.

Hoje eu já consigo ver um horizonte muito amplo na Cidade Jardim por esse motivo e o cliente consegue ter um custo-benefício melhor. Ele consegue ter muito mais m² do que ele conseguiria na região do Jardim Paulistano. Por exemplo, enquanto no entorno da Faria Lima falamos de uma casa de 600 ou 700 m², quando eu atravesso a ponte, com esse mesmo valor, eu vou para 1000 a 1200 m² com um jardim e uma piscina muito maiores. A infraestrutura da casa ampliou e passou a ser como uma casa de campo.

O que os clientes Bossa Nova mais procuram na hora de adquirir um imóvel dentro de condomínio?

Em primeiro lugar, segurança. Em segundo lugar, ter colégios por perto. Em terceiro lugar, ter acesso fácil ao trabalho e a esse eixo gastronômico que temos aqui no Itaim.

Além disso, também está perto de outros serviços, como por exemplo o Shopping Iguatemi, que é ali do lado do Jardim Paulistano. Quem está do outro lado, que vai para Cidade Jardim, também tem um acesso muito rápido, em menos 10 minutos, ao Iguatemi e ao JK. 

O Alto de Pinheiros tem o parque Villa-Lobos muito perto, onde você encontra também serviços e boas escolas, além de ser uma região muito arborizada e com a presença de comércios e restaurantes.

Dê 3 dicas de hotspots de cada região

Cidade Jardim, temos o clube Paineiras, o Shopping Cidade Jardim e fácil acesso a serviços.

Alto de Pinheiros, destaca-se o Parque Villa-Lobos, a ciclofaixa e o Shopping Villa-Lobos.

Jardim Paulistano, temos o Clube Pinheiros, o Shopping Iguatemi e um polo gastronômico muito influente.

Posts relacionados
Mercado

Snapshots: O cenário dos bairros paulistanos no último trimestre

O mercado imobiliário de alto padrão dentro dos principais bairros da capital paulista No…
Ler mais
Mercado

Snapshots: Confira nossa análise para o  mercado imobiliário de alto padrão em São Paulo do último trimestre de 2023

Diante de um cenário global mais complexo para o setor imobiliário , no ambiente interno o mercado…
Ler mais
Mercado

O que torna Trancoso irresistível para brasileiros e estrangeiros?

Descubra o encanto singular de Trancoso, onde o consultor Eloy Campagnoni apresenta não apenas a…
Ler mais