Mercado

Mercado imobiliário de alto padrão acena positivamente para 2023

Em entrevista para o Blog Bossa Nova Sotheby’s, especialista do segmento aponta compasso de espera, mas afirma previsões positivas para investidores.

A compra de um imóvel é mais sentimental do que se imagina. Ainda que as pessoas determinem a escolha através de planejamentos racionais, tudo começa com uma emoção. É preciso identificar cada sentimento e usar a sabedoria na hora de construir uma experiência de consumo assertiva e satisfatória.

De acordo com a pesquisa “A Influência das emoções na jornada de compra imobiliária”, realizada pela Brain Behavior, divisão de pesquisas sobre comportamento de consumo, sentir orgulho em começar uma nova etapa da vida e viver a alegria da conquista de um bem tão valioso, são sensações positivas que mais influenciam na decisão de compra de um imóvel.

Marcello Romero, CEO da Bossa Nova Sotheby’s International Realty

Dos muitos cenários econômicos que o Brasil pode enfrentar em 2023, o segmento imobiliário de luxo acena para um compasso de espera. De acordo com o CEO da Bossa Nova Sotheby’s International Realty, Marcello Romero, existe uma mistura de atitudes por parte de quem apostou que o atual presidente Jair Bolsonaro se manteria no poder, e que agora está frustrado e algumas pessoas dizendo que estavam cogitando de fato sair do país com a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva. “Eu acredito que o país é maior que tudo isso”, afirma.

Romero complementa que a movimentação do mercado imobiliário vai depender muito dos nomes indicados para os Ministérios, principalmente na parte da economia como, por exemplo, do Banco Central.

Para o especialista, sabendo-se um pouco mais desses desdobramentos é que se terá um panorama mais claro. Ele cita que pelo menos, os próximos cinco meses serão no compasso de espera, aguardando tais definições e um cenário mais claro do que virá pela frente, sendo também que nesse período de transição, o que tudo indica, é que não será uma transição tranquila.

“Até a posse temos quase 50 dias para uma tomada de consciência de tudo que está acontecendo e nesse período muitas coisas tendem a ter novas perspectivas. A partir de então, com esse ambiente mais definido, o mercado imobiliário de alto padrão começa a ter uma movimentação do seu cliente com um pouco mais de assertividade”,

diz o CEO da Bossa Nova Sotheby’s

Com a inflação oscilando e existindo também a movimentação da Selic, taxa básica de juros, no ano que vem, Romero vê como um sinal muito positivo. “A taxa de desemprego é uma das mais baixas dos últimos quatro anos, então isso sem sombra de dúvidas também ajuda. Ajudaria qualquer presidente, obviamente também ajudará no governo Lula essa situação econômica tomando outro rumo”, finaliza o executivo.

Posts relacionados
Mercado

Entenda por que o relatório Snapshots é importante para o mercado imobiliário de alto padrão

Denise Ghiu, idealizadora do relatório, conversou com o Blog da Bossa Nova e destacou a…
Ler mais
Mercado

Tecnologia e localização impulsionam a valorização imobiliária em imóveis de lançamentos

Especialista da Bossa Nova Sotheby’s revela dados comparativos entre diferentes eixos de…
Ler mais
Mercado

Jardim América: uma das opções mais atraentes de São Paulo para quem busca luxo e investimento

Com localização estratégica e imóveis de alto padrão, o bairro se destaca por seu mercado…
Ler mais