Mercado

Lançamentos e 3ª residência: o que esperar do mercado imobiliário de alto padrão em 2024?

Em entrevista ao Blog da Bossa Nova, Marcello Romero, CEO da Bossa Nova Sotheby’s explica sobre como a sinalização da queda de juros e diversificação de portfólio no mercado são fatores que destacam o segmento para o ano que vem

Mesmo diante do cenário desafiador de 2023, o mercado imobiliário de alto padrão fecha o ano com destaques importantes no segmento e expectativas extremamente positivas para 2024 em todas as frentes, sendo para compra, venda ou locação, lançamentos de novos empreendimentos e imóveis no mercado internacional. 

Marcello Romero, CEO da Bossa Nova Sotheby’s, uma das principais imobiliárias de alto padrão do mercado, traz esse panorama para o dia a dia do negócio, que fecha 2023 com projeção de melhoria significativa nas negociações, tanto para 2024 quanto já pensando em 2025. 

“De uma maneira geral, 2023 foi desafiador. Começamos o ano com uma taxa de juros altíssima que impactou diretamente o crédito imobiliário e proporcionou ao cliente esse custo de oportunidade de manter seu capital investido, até encontrar a melhor alternativa de investimento. Mas percebemos algumas mudanças nos clientes e investidores do alto padrão, como, por exemplo, este ano a locação foi o destaque, deixando esse segmento extremamente valorizado”, avalia Romero.

O CEO lembra que entre 2021 e 2022, os olhares estavam direcionados às residências de campo ou praia, que se mantêm com ótimas perspectivas para 2024. Cenário muito parecido com o deste ano. Além disso, segundo Marcello, o mercado de lançamentos também foi importante para 2023, movimentando cerca de 10% a mais em negociações, com relação ao ano de 2022. Para se ter uma ideia, este ano, aproximadamente de 70 mil unidades, quase 40 mil foram vendidas. 

Além disso, com esse destaque nos lançamentos, as residências em praia e campo e condomínios – produto que continua sendo muito aceito – ainda continuam movimentando a safra das ‘terceiras residências’, principalmente, no Rio de Janeiro, Sul da Bahia, Nordeste do País e outros pontos de alto padrão, que são imóveis destaques de investimentos, nos quais, os proprietários acabam indo com menos frequência e apostando na locação. Diferente da segunda residência que se caracteriza por ser localizada em um raio de 150 km em São Paulo ou Rio de Janeiro. 

“De olho em 2024 e na taxa dos juros, os clientes olham para o mercado também com viés de investimento, buscando essa diversificação de portfólio que oferecemos e testando esse limite dos novos preços de mercado. Esse é o novo patamar”, complementa Marcello. 

Em paralelo, pela característica de clientes e investidores transitarem muito nesse mercado, as oportunidades internacionais também entram constantemente para análise desse público. Uma tendência muito parecida com o cenário de 2016, que atraiu olhares para o mercado internacional. Marcello comenta que os principais destinos deste ano e, provavelmente, de 2024, estão em Miami e Portugal, como uma forte tendência que veio para ficar. Seja para ter melhor qualidade de vida ou obter rentabilidade alta a longo prazo. 

“Estamos otimistas, investindo em tecnologia e novas experiências aos clientes em nossa plataforma de produtos e serviços. Vamos trabalhar conforme a demanda e necessidades dos investidores e compradores e preparados com novos projetos para um novo período de desafios e conquistas”, finaliza Romero. 

Posts relacionados
Mercado

Snapshots: O cenário dos bairros paulistanos no último trimestre

O mercado imobiliário de alto padrão dentro dos principais bairros da capital paulista No…
Ler mais
Mercado

Snapshots: Confira nossa análise para o  mercado imobiliário de alto padrão em São Paulo do último trimestre de 2023

Diante de um cenário global mais complexo para o setor imobiliário , no ambiente interno o mercado…
Ler mais
Mercado

O que torna Trancoso irresistível para brasileiros e estrangeiros?

Descubra o encanto singular de Trancoso, onde o consultor Eloy Campagnoni apresenta não apenas a…
Ler mais