Lifestyle

5 estilos de imóveis que dizem muito sobre a personalidade de seus proprietários

Qual tipo de casa se adapta à sua personalidade? Compreender suas características e o estilo de casa que o faz feliz tornará a sua experiência de compra de um imóvel mais fácil.

Na hora de organizar o estilo de casa, alguns gostam de obedecer estritamente aos padrões de design de interiores, enquanto outros trabalham com sua excentricidade pessoal. Mesmo que tenha ajuda profissional para decorar sua residência, as diretrizes definidas para os profissionais trabalharem dizem muito sobre cada indivíduo. De certa forma, decorar a casa é uma jornada de auto exploração e assinatura própria. É possível descobrir mais sobre si mesmo ao longo do caminho, explorando coisas com as quais não se importava muito antes.

Você pode gostar de um estilo minimalista sem confusão, enquanto outros podem preferir um espaço muito personalizado com móveis em cada canto e recanto. Mas, isso não significa que um seja melhor que o outro. Ao contrário, ambos podem parecer muito bem planejados e executados de maneira específica. Esse estilo revela a personalidade do proprietário e sua visão da vida. Na verdade, pode revelar mais sobre sua personalidade do que você mesmo imagina. Os padrões, cores, texturas escolhidas dizem muito sobre a atitude do dia a dia. 

O Blog da Bossa Nova te convida a explorar alguns aspectos da estética doméstica e insights interessantes que esses diferentes estilos oferecem sobre a personalidade de cada um.

Minimalista

Ter uma casa minimalista não significa ter um ambiente sem vida ou sem graça. Pelo contrário: ao optar pelo minimalismo, a sua residência será composta por detalhes que inspiram ou sirvam a um propósito.

Uma pessoa minimalista é alguém que tem um estilo de vida simples e organizado. Geralmente não acreditam em possuir coisas apenas por possuírem coisas – eles apenas guardam o que é realmente importante para eles. O estilo de casa minimalista costuma ser muito organizado e eficiente. Apesar disso, é frequentemente visto como sem emoção, privilegiado, monótono, clínico e extremo. No entanto, alguns dos indivíduos mais empolgantes e dinâmicos da história praticaram o minimalismo, como Steve Jobs, Mark Zuckerberg e outros adeptos ao quiet luxury.

Contemporâneo

As casas contemporâneas são menos restritivas, permitindo que os arquitetos incorporem vários estilos e tomem liberdades artísticas para criar um design único e de forma livre. Esse estilo tende a se destacar mais em termos de forma e singularidade, tornando-as uma ótima opção para quem busca um toque personalizado na arquitetura de sua casa.

Vintage

A decoração da casa em estilo vintage é um visual atemporal e clássico que nunca sai de moda. Este estilo caracteriza-se pela sua estética elegante e sofisticada, bem como pela utilização de materiais, texturas e cores tradicionais.

As pessoas que preferem uma casa vintage valorizam a elegância e a sofisticação nas pessoas e nas ações.

Rústico moderno

A cozy dining room interior with wooden furniture

O design rústico, geralmente refere-se àquele estilo que lembra, pelo menos em certas características, as casas de campo. Ou seja, todas as construções opostas ao urbano. Embora a origem do nome também se refira a um contexto histórico preciso, não significa que o design rústico careça de sofisticação. 

Hoje, o termo “rústico” pertence a um estilo que combina modernidade e tradição. O conceito de rústico é usado para indicar aquela sensação de autenticidade atemporal de móveis inacabados (apenas na aparência). Pode-se dizer que é antes um estilo que privilegia a sobriedade (enquanto elegância) e a espontaneidade.

Cluttercore

O Cluttercore surgiu como um fenômeno nas redes sociais durante a quarentena da Covid-19. Esta tendência pode ser utilizada em qualquer estilo, pois trabalha com o maximalismo. Texturas atraentes e cores vivas trazem a energia positiva que o mundo inteiro precisa após 2 anos de tristeza com o Covid-19.

É difícil dar uma definição específica para a expressão ‘cluttercore’, bem como os principais elementos que compõem seu estilo de interior, mas alguns itens comuns são bonsai, pinturas de parede, almofadas e claro, um grande número deles sobrecarregados. Pode ser ligado a um “caos organizado”. Não tem roupas empilhadas na cama, nem cabos de carregador bagunçados no canto do quarto. O cluttercore parece bagunçado, mas tudo está em seu lugar.

Posts relacionados
Lifestyle

6 Wine Bars aconchegantes em São Paulo que valem a visita

Os bares de vinho, em tradução literal, fogem do clichê e apresentam propostas interessantes para…
Ler mais
Lifestyle

Confira os destaques do Guia Michelin Brasil 2024

Após quatro anos de hiato, a Michelin volta a premiar a gastronomia brasileira, reconhecendo 24…
Ler mais
Lifestyle

Entenda como kitesurf impulsiona uma nova era no Nordeste

Executivos encontram no esporte uma paixão pelo mar e oportunidades de negócios na Praia do…
Ler mais