Veneza.4A Itália ocupa um lugar de destaque no cenário mundial, pois apresenta um dos maiores PIB (Produto Interno Bruto) do planeta.
O país é famoso por muitas coisas, mas, em particular, é conhecido pela sua arte, seus prédios históricos, antigos e locais medievais. Além disso, a Itália tem sido um papel de destaque em diversas áreas de produção como moda, sendo considerada a capital da moda por ser o berço dos mais famosos estilistas e no mercado automobilístico de carros esportivos com diversas marcas universalmente reconhecidos como Ferrari.

Porquê investir na Itália:

O mercado imobiliário na Itália teve desde o ano de 2006 uma queda expressiva de valor, atingindo sua baixa máxima no ano de 2013. Desde então, os preços apresentam crescimento e indicações de continuidade deste movimento de forma constante e paulatina.

Os impostos sobre o mercado imobiliário italiano são, na verdade, muito menores do que em outras grandes capitais da Europa, já que 70% dos moradores é composto por proprietários, o que torna esta questão politicamente sensível.

O advento do Euro mais fraco tem corroborado com o aquecimento do mercado imobiliário,

A abundância de estoque, especialmente em propriedades de alto padrão nos principais destinos de segunda residência, como Toscana, Sardenha e Lago de Como, brilham os olhos como oportunidades potenciais de barganha.

A Itália está saindo da sua mais longa recessão na história, com o crescimento do PIB que deverá ser de 0,7% em 2015 e 1,6% em 2016. Algumas reavaliações, no entanto, sugerem que o crescimento pode ser ainda um pouco maior.

A Itália aprovou uma série de reformas estruturais em matéria de pensões em 2011 e na legislação trabalhista em 2015. Ambos devem ter seu pleno impacto na economia no final da década.