ArquidecorArquitetura e Decoração

Como a natureza e os espaços integrados redefinem a estética interior

Em 2024, o design de interiores evoluiu para além de uma estética superficial e se transformou em uma experiência que incorpora a natureza, promove a convivência e celebra a individualidade

As tendências do design de interiores atingiram novas alturas em 2024, com os principais talentos da indústria, reconhecidos pela revista Architectural Digest, norteando as direções inspiradoras que estão moldando o cenário atual. 

Estas tendências não apenas refletem uma revolução estética, mas também uma resposta cuidadosa às necessidades e desejos em constante transformação dos amantes do design.

O Blog da Bossa Nova elencou os principais destaques que pretendem movimentar o segmento. Confira!

Incorporação de elementos orgânicos

O movimento em direção a uma estética mais conectada à natureza é dominante. Designers renomados estão incorporando uma abundância de elementos orgânicos em seus projetos, a fim de encontrar uma harmonia entre o ambiente interior e o mundo natural lá fora. Materiais como madeira, pedra e fibras naturais emergem como protagonistas, proporcionando uma sensação de autenticidade e equilíbrio.

Paleta de cores naturais

Ainda pensando na estética natural, a paleta de cores escolhida para os interiores no ano de 2024 reflete a busca descrita no item anterior. 

Tons terrosos, verdes suaves e azuis serenos permeiam os espaços, criando ambientes que convidam à serenidade e ao bem-estar. Essa abordagem consciente das cores não apenas transforma visualmente os espaços, mas também influencia positivamente o estado de espírito dos moradores.

Claraboias

Na pegada de iluminação celestial, a entrada de luz natural se tornou uma prioridade nos projetos contemporâneos e, para isso, as claraboias emergem como uma solução elegante e eficaz. 

Além de iluminar os ambientes de maneira abundante, essas aberturas proporcionam uma conexão direta com o céu, garantindo uma energia revitalizante inevitável. O resultado é uma atmosfera luminosa e acolhedora através da luz natural.

Espaços integrados e a convivência familiar

O design de interiores, agora mais do que nunca, abraça a ideia de espaços integrados. As barreiras tradicionais entre áreas como cozinha, sala de estar e sala de jantar estão desaparecendo, dando lugar a ambientes fluidos que facilitam a convivência familiar. 

Essa abordagem promove uma sensação de união e proximidade e reforça o papel fundamental do lar como um refúgio acolhedor, exatamente como deveria.

Maximalismo e a ideia de conforto

Conforme os designers exploram a abundância e a expressão individual, o minimalismo cede espaço ao maximalismo. Agora, o conforto não é mais sacrificado em prol da estética, mas sim integrado de maneira inteligente. 

Texturas luxuosas, móveis convidativos e uma variedade de elementos decorativos convergem para criar espaços ricos em personalidade, onde cada detalhe conta uma história única.

Posts relacionados
ArquidecorArquitetura e Decoração

Especial CASACOR 2024: Renata Guastelli comanda revolução dos espaços verdes

Paisagista estreia no evento trazendo inovação através de espaços verdes, conquistando…
Ler mais
ArquidecorArquitetura e Decoração

Especial CASACOR 2024: Blaia e Moura mostram que a sinergia entre duas mentes pode criar algo extraordinário

Conheça a trajetória e os detalhes do projeto ‘A Resposta’ da dupla de arquitetos que…
Ler mais
ArquidecorArquitetura e Decoração

Especial CASACOR 2024: Romário Rodrigues se destaca como o primeiro arquiteto cearense na mostra

Aos 29 anos, o profissional chama atenção no cenário arquitetônico do Brasil e nos EUA…
Ler mais