ArquidecorArquitetura e Decoração

A exclusividade de design de interiores marcados por grandes nomes

Descubra como arquitetos renomados moldaram a história da arquitetura através de móveis exclusivos e personalizados, enriquecendo a cultura arquitetônica ao longo dos séculos

A exclusividade de móveis assinados representa um marco importante no contexto histórico da arquitetura e do design de interiores. Essa abordagem consiste na criação de espaços únicos e personalizados, que refletem a visão e o estilo de um arquiteto ou designer renomado. A importância desse conceito transcende a mera estética, pois também está ligada à valorização do patrimônio e ao enriquecimento da cultura arquitetônica.

Historicamente, a ideia de exclusividade de móveis assinados remonta a eras antigas, quando arquitetos renomados como Vitruvius e Andrea Palladio deixaram sua marca em projetos que até hoje são admirados e estudados. No entanto, o conceito ganhou mais destaque e reconhecimento no século 20, quando nomes como Le Corbusier, Frank Lloyd Wright e Ludwig Mies van der Rohe revolucionaram a arquitetura moderna, deixando um legado duradouro de projetos exclusivos.

Confira no texto outros nomes importantes para esse segmento!

Dorothy Liebes

Amplamente reconhecida como a “mãe da tecelagem moderna”, Dorothy não limitava seu talento à confecção de tecidos. A artista deixou uma profunda influência em várias esferas do design, incluindo arquitetura, design de interiores, moda de alta-costura, vestuário comercial e até mesmo na indústria automobilística. Ela se referia ao seu estúdio como um laboratório criativo, onde seus tecidos eram verdadeiras alquimias, incorporando materiais não convencionais na tecelagem, como metais e penas. 

Dorothy Liebes no seu Sutter Street studio, San Francisco por Charles Steinheimer (American, 1914–1996), circa 1947. The Life Picture Collection

Nos anos 1930, quando a tendência arquitetônica favorecia espaços abertos, minimalistas, com linhas simples, muitas vezes cercados por vidro e estruturas metálicas, seu trabalho se alinhava com o movimento conhecido como “Estilo Internacional”, promovendo clareza estrutural em um contexto de incertezas sociais durante a Grande Depressão. À medida que Liebes consolidava sua carreira no final dos anos 1930 e início dos anos 40, o modernismo estava em declínio e ela se tornou parte de um zeitgeist que buscava humanizar a arquitetura conceitual. Enquanto os edifícios eram frequentemente frios e impessoais, os tecidos de Liebes transmitiam calor e suavidade.

Nanna Ditzel

Uma das mais renomadas designers dinamarquesas nasceu em Copenhague em 1923, onde estudou na Escola de Artes e Ofícios e na Academia Real de Belas Artes. Movida por desafios ousados, ela explorou novos materiais e técnicas ao longo de sua carreira. Em 1992, concebeu uma cadeira de madeira chamada Fan Chair, inspirada na arquitetura colonial das Ilhas do Caribe, como parte de uma exposição experimental. A partir desse projeto, Nanna Ditzel e a fabricante dinamarquesa Fredericia Furniture desenvolveram a cadeira industrial Trinidad, que foi lançada em 1993 e continua sendo produzida até os dias de hoje. 

Créditos: ELLE UK Decoration

Segundo Dennie Ditzel, filha mais velha da designer, sua mãe, durante os anos 1970, passou várias de suas férias na América Central, onde se encantou com o trabalho dos entalhadores locais. No início dos anos 1990, avanços tecnológicos permitiram a criação das fendas distintivas no encosto e no assento do móvel. A cadeira Trinidad é considerada um marco do movimento pós-moderno.

Marques Hanalei Marzan

O artista havaiano prova que a história começa a ser feita no presente, utilizando o passado e pensando no futuro. Marques é conhecido por sua habilidade em mesclar o estilo contemporâneo com a tradição ancestral, perpetuando as práticas artísticas transmitidas por seus antecedentes. 

A ancestral técnica havaiana de tecelagem de folhas de árvore hala (pandanus), chamada de “lau,” foi introduzida nas terras do Havaí pelos primeiros colonos polinésios, que a utilizavam para criar velas para suas canoas. Os primeiros havaianos logo perceberam a versatilidade desse material, empregando-o na confecção de roupas, colchões e calçados. 

Créditos: Instagram

A destreza de Marzan na tecelagem e sua expressão artística o conduziram a diversas partes do mundo, como as Ilhas Marshall, Canadá, Nova Zelândia e Samoa Americana. Em 2018, ele exibiu suas obras em Paris, durante o Festival des Arts d’Hawaii, onde suas cinco criações foram apresentadas em uma exposição na renomada galeria Orenda Art International, especializada em dar visibilidade a talentos emergentes e auxiliá-los na conquista do reconhecimento internacional.

Irmãos Campana

Dentre os principais nomes do design na história do Brasil, inquestionavelmente podemos destacar os Irmãos Campana. A dupla introduziu uma abordagem inovadora à criação, atuando tanto de maneira comercial quanto como expressão de arte conceitual.

Eles possuem um estilo caracterizado pela vanguarda e inovação. Seus móveis se destacam por sua originalidade, ludicidade e singularidade, estimulando reflexões e questionamentos por meio de uma linguagem não convencional.

Créditos: Instagram

Os Irmãos demonstram um compromisso com a sustentabilidade em suas peças, confeccionando-as a partir da reutilização de materiais como plástico, borracha, pelúcias, cordas e tijolos. Isso se traduz na reinterpretação dos objetos, conferindo-lhes um novo propósito. Fernando e Humberto têm o talento de transformar o ordinário em algo extraordinário.

Para suas realizações, a dupla se inspira em técnicas tradicionais de artesanato, tanto do Brasil como de diversas partes do mundo.

Seus móveis transcendem a categoria de simples utilitários para se tornarem verdadeiras obras de arte. Os Irmãos Campana representam uma fusão perfeita entre arte e design, sendo suas obras consideradas verdadeiramente únicas.

Posts relacionados
ArquidecorArquitetura e Decoração

Especial CASACOR 2024: Romário Rodrigues se destaca como o primeiro arquiteto cearense na mostra

Aos 29 anos, o profissional chama atenção no cenário arquitetônico do Brasil e nos EUA…
Ler mais
ArquidecorArquitetura e Decoração

Especial CASACOR 2024: Conheça Gabriel Rosa, o arquiteto mais jovem a marcar presença no evento em São Paulo

Iniciando a série de entrevistas com os novos nomes da arquitetura, Gabriel Rosa conversou com o…
Ler mais
ArquidecorArquitetura e DecoraçãoArte e Cultura

Objetos de desejo que oferecem história e personalidade

Do vintage ao artesanal contemporâneo, a decoração de casas ganha destaque por sua autenticidade…
Ler mais