Arquitetura e Decoração

Carnaval inspira cores vibrantes na decoração

A alegria do Carnaval permite que tonalidades vibrantes sejam utilizadas em diversos ambientes da casa e na decoração. Em entrevista exclusiva para o Blog da Bossa Nova, o arquiteto e artista visual José Ricardo Basiches explica como podemos trabalhar com as cores sem pesar a mão

Sala com sofá verde água e almofadas verde e roxo vibrante. Ao lado esquerdo possui um abajur de chão amarelo, e no direito um vaso pequeno com uma planta menor. No chão, um tapete branco.
Shutterstock

Carnaval só é Carnaval com bastante cor e brilho. Uma das festas mais esperadas por todos os brasileiros é também inspiração o ano inteiro quando falamos em ambientes mais coloridos. Trabalhar com cores vibrantes, faz referência a um estilo de vida alegre, extrovertido e cheio de personalidade. Dentro de casa, por exemplo, engana-se quem acha que a harmonia da decoração só acontece se os tons mais neutros forem priorizados.

Para alguns, as cores mais vibrantes podem parecer intimidantes, no entanto utilizar os tons mais ousados pode ser uma ótima maneira de mudar o astral da casa, além de renovar a aparência dos espaços.

Em entrevista ao Blog da Bossa Nova Sotheby´s, o arquiteto e artista visual José Ricardo Basiches explica sobre os principais truques para encaixar as cores nos ambientes sem medo do resultado. Confira!

– Quais cores vibrantes são ideais para usar na decoração e não carregar o ambiente?

Normalmente nos meus projetos não costumo “marcar” com cores. Sempre prefiro trabalhar com tons neutros, deixando o ambiente e projeto mais equilibrado. Dessa forma, o projeto torna-se mais atemporal e livre para usar cores e tons em partes soltas, como objetos e itens. Seguindo essa linha justamente para não carregar, busco a leveza e o bem-estar, com toques sutis de cores e texturas.

– Como essas cores podem ser trabalhadas?

Usualmente essas cores são tratadas nos projetos de forma simples. Em peças, objetos e coisas pessoais que inclusive trazem personalidade ao ambiente.

Arquiteto e artista visual José Ricardo basiches sentado em uma cadeira vazada preta. O ambiente é composto por um sofá de couro marrom, com almofadas da mesma tonalidade. O tapete é retangular e possui estampa abstrata, nas cores amarelo, branco e preto. No fundo da imagem é possível ver alguns vasos com plantas, além da vista para a cidade.
Reprodução: Instagram | @basiches

– Na sua opinião, qual cômodo é o mais indicado na hora de trabalhar com cores vibrantes?

Os ambientes de menor permanência. Exemplo, hall e lavabo. Ambientes de passagem.

– Como tornar o ambiente colorido em um espaço mais discreto?

Suponho que quando usamos cor no ambiente, a ideia é não deixar discreto. Por isso, em nossos projetos, buscamos através dos tons neutros dar essa possibilidade inclusive deixando o projeto atemporal. Ou seja, quando se cansa da cor, é facilmente trocado e sua essência e conceito de projeto são mantidos.

 – Quais elementos de decoração as cores mais vibrantes podem estar presentes? Ex: abajur, tapete, cortinas…

Isso varia muito de acordo com o conceito de cada projeto. Dependendo do caminho conseguimos ousar mais, como por exemplo tapetes.

Porém, acredito que o maior elemento, em que buscamos esse contraste em nossos projetos inclusive, são as obras de arte. Acho que vale um peso em cores vibrantes, para justamente criar esse contraste com o equilíbrio do espaço. Arte sempre tem esse recurso.

– A cor magenta foi eleita para o ano de 2023. Existe outra opção em alta para trabalhar este ano que você indicaria?

Não sou muito a favor de tendências, como em cores específicas para cada ano ou projeto. Um bom projeto, bem desenhado e projetado vira uma referência pela forma como criamos e idealizamos para cada tipo de cliente. Dessa forma, não costumo ficar preso a qualquer tipo de cor. Usamos e variamos de acordo com cada cliente e aquele resultado que queremos para cada caso.

A Bossa Nova Sotheby’s oferece infinitas opções de propriedades com espaços de cores vibrantes para quem procura por esse tipo de decoração. Acesse o site Bossa Nova Sotheby’s e veja todas as opções.

Posts relacionados
ArquidecorArquitetura e Decoração

Conheça a trajetória do designer Gaetano Pesce

Aos 84 anos, o artista deixa obras de grande nome e uma influência inigualável na arquitetura e…
Ler mais
ArquidecorArquitetura e Decoração

Entenda tudo sobre o renascimento do Art Déco na decoração de interiores

Descubra como a estética da tendência do século 20 continua inspirando décadas depois de sua…
Ler mais
ArquidecorArquitetura e Decoração

Da paixão por carros à liderança na arquitetura de garagens

Conheça a trajetória de Marcos D’Azambuja, CEO da Man Cave Studio, o pioneiro escritório de…
Ler mais