Uma das mais renomadas escolas de gastronomia do mundo e popularmente conhecida pelos brasileiros por premiar com os seus cursos os vencedores do programa de televisão Masterchef, a Le Cordon Bleu, se prepara para chegar ao Brasil.

A escola francesa, famosa por formar chefs renomados espalhados por todo o planeta, firmou parcerias com a Anima Educação e a Universidade de Fortaleza. Por ora serão três unidades no país: São Paulo, Belo Horizonte e Fortaleza.

A parceria com a Anima é uma joint venture firmada em março de 2016 e prevê cursos de graduação, pós-graduação, técnico em gastronomia, vinicultura e gestão. O capital inicial da empresa foi de US$ 2 milhões, divididos igualmente entre as duas partes. Pelo acordo, os primeiros cursos devem começar em até 24 meses a partir da formação da joint venture.

Segundo informações da Le Cordon Bleu, o campus de Belo Horizonte oferecerá bacharelado de gerenciamento gastronômico, culinário e turístico. Em São Paulo, o Instituto de Artes Culinárias oferecerá diversos cursos culinários. Detalhes como disciplinas e o valor das mensalidades não foram divulgados.

Em Belo Horizonte, a escola deve funcionar na UniBH e, em Fortaleza, na Unifor. Nos próximos cinco anos também estão previstas instalações da Le Cordon Bleu em outros estados em que a Anima possui instituições de ensino, como Paraná, Santa Catarina, Distrito Federal, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Mato Grosso.
A chegada da Le Cordon Bleu é celebrada por profissionais consagrados no setor da gastronomia, como a chef Ana Luiza Trajano, do Instituto Brasil a Gosto.

“Acho muito positivo, neste momento delicado e de crise, que alguém olhe para o Brasil e aposte aqui. Sobretudo uma instituição de grande renome e importância histórica e mundial. Isso é muito importante e positivo para o país e para nossa gastronomia”, afirma Ana Luiza.

Para o jornalista e especialista em gastronomia José Guilherme Rodrigues Ferreira, autor do livro Vinhos no Mar Azul – viagens enogastronômicas, premiado em 2009 com o Gourmand Cookbook Awards, a chegada da Le Cordon Bleu ao Brasil vai se somar a outras iniciativas de valorização gastronômica no país. “Vivemos um momento de grande efervescência na pesquisa e na criação de pratos e no resgate de ingredientes locais. Sem contar o crescente avanço qualitativo de nossos vinhos. Le Cordon Bleu certamente agregará à agenda da educação gastronômica no Brasil sua longa tradição em ensinar técnicas precisas e o rigor dos acabamentos”, afirma Ferreira.