Qualidade de vida, segurança e muitas oportunidades. Esses são alguns dos motivos que fazem de Portugal um país atrativo para quem deseja comprar um imóvel para morar ou investir. “Existem os benefícios fiscais que atraem quem quer comprar um imóvel aqui em Portugal, mas isso não é tudo. A segurança, a qualidade de vida, o clima e a infraestrutura são características apontadas para que Portugal seja um lugar ‘trendy’ para viver e para trabalhar”, explica Miguel Poisson, diretor-geral da Portugal Sotheby’s International Realty.

Os brasileiros estão de olho nesse mercado. Prova disso foi o número de pessoas que participaram do último evento organizado pela Bossa Nova Sotheby´s International Realty, em que foram apresentadas as oportunidades para a aquisição de imóveis em Portugal, as facilidades e os benefícios para o negócio. “Fornecemos assessoria completa, com várias opções de investimento, e informações atualizadas do mercado imobiliário de Portugal. Buscamos o imóvel que atenda a necessidade e momento de vida do cliente”, completa Renata Victorino, diretora de vendas da Bossa Nova Sotheby’s.

 

“A estabilidade econômica de Portugal colocou o nosso país no radar dos investidores estrangeiros. O ano de 2016 foi o melhor dos últimos dez anos para o mercado imobiliário português, com um volume transacionado de € 1,3 bilhão”, conta Maria Carolina Lousinha, gerente de Desenvolvimento de Negócios da AICEP (Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal), uma das palestrantes do evento.

 

Lousinha também aponta a qualidade de vida como um grande atrativo. “Portugal é considerado o terceiro país mais seguro do mundo, segundo o Global Peace Index 2017”, ressalta. Cita ainda a estrutura de saúde, as diversidades regionais de norte a sul do país e, claro, a simpatia do povo. “O brasileiro sente-se em casa”.

Poisson, da Sotheby´s em Portugal, lembra ainda que os níveis de confiança dos portugueses são os mais elevados dos últimos 17 anos, as taxas de juros baixaram e há maior concessão de crédito habitacional às famílias – em 2017 cresceu 45% em relação a 2016; o avanço já tinha sido de 74% e 44% em 2015 e 2016, respectivamente.

 

“Especificamente no segmento de luxo, prevemos que o mercado continue a crescer este ano pelo aumento da procura, sobretudo de clientes estrangeiros (franceses, britânicos e brasileiros, em especial), e aos preços praticados em Portugal e que ainda estão abaixo das principais cidades europeias”, retrata o diretor-geral da Sotheby´s no país.

 

Da mesma forma, Lousinha ressalta o avanço do segmento de luxo. “A reabilitação de prédios históricos no centro de Lisboa, como é o caso dos da Avenida da Liberdade e na região do Chiado, e do Porto são exemplos do sucesso dos imóveis de alto padrão”.

Ao lado de Lisboa e do Porto, Poisson ainda acrescenta Algarve como um dos locais em que os imóveis têm experimentado uma grande valorização.

“Comprar um imóvel em Portugal é um bom investimento, porque gera rentabilidades elevadas em comparação com outros investimentos financeiros, e de forma segura. O mercado imobiliário transformou-se num ‘refúgio’ à maioria dos investidores”, finaliza.

Os brasileiros interessados em conhecer mais profundamente o mercado imobiliário português podem contatar o escritório da Bossa Nova Sotheby’s International Realty em São Paulo, pelo e-mail: contato@bossanovasir.com.br